Asfixia

Laura Finocchiaro / Flávio Paiva

O ar acabou pra mim em Wuhan
Acabou em Nova Iorque
Já não respiro nas ruas de São Paulo
Falta ar no cruzamento das fronteiras
Desse tempo calculado em adeus

Sei que você me chama de algum lugar
Mas não consigo entender nada
Em casa, com medo de sonhar
Lembro do dia em que provei
A dor do seu silêncio final

Falta tu, falta eu
Quem somos nós
Nessa solidão

Falta eu, falta tu
Quem somos nós
Nessa escuridão

E morto, de olhos arregalados
Não vejo nada, não saio de mim
Mas recuso a rejeição
Da máscara apertada
Que estilhaça o seu nariz

Não desapareci nas sombras
Da arte, do amor, de tudo que cura
Sei que ainda posso escapar
Do meu generoso egoísmo
E me reconhecer na sua respiração

  • Asfixia

    Ficha Técnica